Cápsula do tempo

5 de agosto de 2016

Eu tenho uma pasta cinza de documentos, é a famosa pasta de documentos, que você sempre vai atrás quando precisa de algum papel sério. Mas como é de se esperar de uma pessoa séria, pero no mucho, nela também coloco outras coisas além de documentos.
Eu sabia que no último compartimento da pasta tinha um conjunto de envelopes embalados e eu pensava que aquilo era minha cápsula, mas sabe quando você não tem certeza? E eu nunca tinha parado para verificar mesmo.

Conversando com a Bruna, falamos de cápsula do tempo e eu falei sobre esse conjunto de envelopes. Fiquei de ver se era mesmo ou não uma cápsula. Como alguém faz uma cápsula do tempo e esquece que fez, né? Pois então, era.

No primeiro envelope estava escrito "Agosto 2012" - "Agosto 201?", deixando claro que nem meu eu de 2012 sabia direito o que estava fazendo. Eu supus que era para abrir daqui 5 anos, ou seja, em agosto do ano que vem. Mas também cheguei a conclusão que aquilo era meu e só afetaria à mim mesma, então decidi abrir naquela hora mesmo.

Gente, que coisa mais maravilhosa!
Conforme fui lendo eu fui lembrando do dia que me sentei de frente pro desktop e escrevi aquilo. Começava da forma mais clichê possível, dizendo que eu tinha acabado de sair de um banho (risos) no qual eu havia pensado muito sobre a minha vida e que pela primeira vez eu olhava para o meu futuro e não tinha noção sobre nada, então cheguei a conclusão de que queria fazer uma carta com todas as minhas indagações e lances pro meu próprio futuro. Resumidamente: fantástico.
Me lembrei que tinha decidido que seria interessante tocar em vários pontos da minha então vida, descrevendo tudo, para poder ver como esses pontos estariam daqui 5 anos e comparar.
Falei sobre tudo, realmente tudo, foi uma carta de três folhas que eu desejei que fossem 6 de tão gostosinho que foi ler. Eu tinha tanta dúvida, algumas que vejam só, continuo tendo. Já sobre os lances que dei sobre como eu estaria daqui alguns anos, eu acabei acertando alguns, outros ainda continuo torcendo para que aconteçam e outros que eu nem sabia o que chutar, mas a vida veio e foi bem legal comigo.

Falei das bandas que eu ouvia, e graças a Deus meu gosto continua o mesmo. Quanto à música dei uma dica pra mim mesma "Sarah, você ainda escuta Matt Corby? Se não, vai ouvir agora! Te garanto que vai ser bom!". Mal sabia que o melhor álbum dele ainda estava por vir. Por favor ouçam o conselho do meu eu de 4 anos atrás e coloquem pra tocar o álbum Telluric do menino Matt.

Eu falei um pouco das minhas amizades, coisas que eu pensava sobre algumas e foi interessante ver como as amizades também mudam e no meu caso mudaram para melhor.

Dentro de um envelope tinha um texto da linda e maravilhosa Yume (minha mais antiga amiga das internê) que eu não lembrava MESMO que eu tinha colocado ali, e que incrível foi ter lido esse texto.

Yume ainda vai dominar o mundo.


Foi bem legal ter lido sobre vários pontos da minha vida e ter visto que nossa, 4 anos é coisa pra caraca! Tanta coisa pode acontecer e oh, aconteceu! Me peguei rindo de umas que escrevi que hoje enxergando de outra perspectiva me parecem tão distantes e diferentes.

Ter visto também que a vida vai se ajeitando, e que óbvio as coisas várias vezes fogem do nosso controle, porque o tempo inteiro coisas acontecem, a vida acontece.
Mas ver que tem coisas que estão sim no nosso controle e eu queria 4 anos atrás e consegui hoje exatamente por esse combo de que eu queria e estava no meu controle.

Ano que vem eu e Brunita iremos fazer outra cápsula juntas. Como fiz essa já sei mais ou menos o que vou querer fazer na minha próxima. E que aí sim pretendo abrir só daqui 5 anos mesmo já que estarei fazendo essa promessa à alguém mais além de eu mesma.

E tá aí uma experiência que recomendo. Façam uma cápsula!



You Might Also Like

0 comentários

Instagram

Blog Archive