30 fatos estranhos sobre mim:

12 de janeiro de 2016

1. Tenho toc com água. Não posso molhar uma parte do meu corpo sem ser de forma completa que sinto muito nervoso. Pingou na minha mão? Tem que molhar a mão toda.

2. Já cortei meu lábio. Na escola a tesoura não queria cortar ai eu me perguntei se ela estava ruim e resolvi testar cortando meu lábio superior. Adivinha? Cortou e sangrou muito.

3. Já cai da escada rolando desde lá de cima. Bati a cabeça no vidro da porta e tenho aqui minha cicatriz na testa.

4. Já fui atropelada por uma bicicleta. Sim. Numa ponte. Enquanto pescava siri. Nas minhas férias com a família.

5. Já quebrei braço e perna. Numa das vezes que quebrei a perna, minha mãe achou que era mentira minha pra não arrumar a casa e só fui pro hospital pôr gesso quando meu pai chegou do trabalho a noite e me viu subindo as escadas de joelho :D

6. O nome do meu urso é Xarope porque quando era mais nova e perguntei ao meu pai um nome pra colocar no urso ele me mandou calar a boca em inglês, eu levei a sério o nome, adaptei pro português, e pus no urso.

7. Com uns 5 anos, diz meu pai, que fomos de casa até ao banco a pé (longinho, ainda mais pra uma criança ir a pé), e eu fui e voltei falando o caminho todo, sem me calar um segundo (tá ai o porque do nome do meu urso). Meu pai não ouviu nada (como sempre) e disse que só balançava a cabeça concordando. 

8. Meu nome foi escolhido por sorteio, entre os amigos dos meus pais que iam visitá-los durante a gravidez, e o H dele foi minha pediatra que pediu pra mamãe colocar quando soube da escolha do nome.

9. Eu repeti o C.A. Sim. Minha mãe não me achava madura o suficiente para ir para a primeira série.

10. E ainda assim sou um ano "adiantada", então agradeço minha mãe por não ter me achado madura o suficiente e eu não ter sido dois anos "adiantada".

11. Já me afoguei num caixote feio, e criei traumas com o mar. Porque de ousadia a gente pula pra trauma sem passar pela parte do respeito.

12. A maioria das minhas fotos de criança são com careta. Melhores fotos.

13. Aprendi o que é amor e vida com os meus amigos e não com uma paixão, nem com a minha família.

14. Meu ano preferido da vida é 2007.

15. Meu número preferido da vida é 3.

16. Tenho quatro tatuagens, duas no braço esquerdo, e duas no braço direito. Sendo duas menores embaixo e duas maiores em cima, pra equilibrar porque tenho toc, sim. Então pretendo fazer uma no centrão das costas pra ficar tudo mais ainda que equilibrado, pois é.

17. Mas ai daria um total de 5 tatuagens, e não gosto do número 5. Mas também não gosto do número 4. Sofro com isso. Sério.

18. Tenho TPM forte TODO mês. De ter mudança drástica de humor, dor no peito, dor de cabeça uma semana, distúrbio por chocolate, falta de paciência, muito sono... Tudo.

19. Tenho um distúrbio chamado cinetose, que me faz passar mal em QUALQUER meio de transporte. 

20. Tenho muita crise de ansiedade em aeroporto.

21. Tenho uma coleção razoavelmente boa de câmera analógica. Algumas funcionando, e bem, e outras sem funcionar. Apesar de não ter câmera digital (boa) mais, porque a little sis quebrou. Brigada Ester.

22. O mar tem o poder de me curar.

23. Eu chorei quando não fui no show da Hillary Duff. (meus pais devem ter rido da sala nessa ocasião)

24. Tenho o vício de usar sempre um anel prata no dedo anular da mão direita. Quando estou sem, dá um nervoso tremendo.

25. Nunca quis mas tive uma festa surpresa de 15 anos, só com meus pais, irmãs e melhores (melhores mesmo) amigos, e foi do Bob Esponja.

26. Sou tão anti social que NUNCA tive festa de aniversário (porque PREGUIÇA de planejar uma), a não ser duas que tive surpresa. Essa de 15 anos e uma de 6 (?) anos, que foi do Looney Tunes. 

27. O tipo de roupa que mais tenho é listrada. Tenho muita roupa listrada P&B.

28. Sempre quando vejo televisão é pra ver programa de culinária.

29. Acho que de todas as séries que já comecei a ver terminei só 4. 

30. Sou formada em Museologia. Isso conta como um fato estranho?

You Might Also Like

0 comentários

Instagram