Fotografia

Projeto das Lindas: Verão

sexta-feira, janeiro 30, 2015

Ano passado eu participei de um projeto fotográfico, era o 7 on 7 das Lindas. Esse ano a nossa trupe decidiu continuar com um projeto fotográfico, porque a gente ama postar e ama foto. Sendo assim, criamos o Projeto das Lindas. Vai ser um tema por mês, durante todo o ano, de janeiro a dezembro mesmo. Já definimos os temas e o desse mês é verão!


Eu já declarei aqui meu amor por essa estação. Então foi um prazer fazer essas fotos e fazer mais um post no blog voltado pro verãozin haha.
Basicamente tirei foto de praia e do pôr-do-sol na praia haha.

Um ponto há ser levado em questão: todas as fotos foram feitas por celular. Eu não tenho coragem de sair com a minha câmera em janeiro pelo Rio não, especialmente nas praias. Por isso também, que as fotos não estão gigas, estão menores que o de costume. Mas a ideia do projeto não é ter um equipamento fantástico e sim fotografar, então tomá-le foto de praia e pôr-do-sol.









Pôr-do-sol no Arpoador é a coisa mar linda!

Essa foi tirada pelo meu pai, mas gostei tanto e inclui aqui hihi


Amo essa estrada para a praia de Grumari



Muretinha da Urca que tem sempre pôr-do-sol lindo



Em fevereiro a gente se vê de novo. E, claro, não esqueçam de ver os posts das outras muchachas participantes do projeto: LunettesVitrola FashionTirei da Gaveta;  Gosto de Canela e Ensaio Sobre Mim.
Momentos

Coração verde

terça-feira, janeiro 27, 2015
Fernando Pessoa "Everything is worthwhile if the soul is not small."

Uma expressão que já virou minha e que uso com certa frequência é "gente de coração grande", pra mim ela explica tão bem que me apeguei.

Deixe-me explicar.
Há certas pessoas que causam alegria em nós só com a presença delas. Essas mesmas costumam ser aquelas que a gente curte sair e ir num barzinho conversar depois do expediente. Costumam ser essas pessoas, aquelas poucas que a gente não enrola para responder uma mensagem, ou atende a ligação ao invés de deixar cair na caixa postal, para então retornar só quando tiver vontade.

Costumam ser essas pessoas, aquelas que não precisamos dar muita explicação, porque elas simplesmente compreendem. O coração grande delas, faz elas serem mais compreensíveis, mais abertas a novas idéias, menos preconceituosas e julgadoras, mais acolhedoras.

Claro, elas são gente boa. Na maior parte do tempo têm um sorriso no rosto, mesmo que leve, e trazem uma certa paz e tranqüilidade junto com a sua presença. Quando estamos acompanhados de pessoas com coração grande a gente não costuma olhar o relógio o tempo todo, querendo dar a desculpa da hora para se retirar o mais rápido possível, não, o sol se põe e a gente só percebe sem querer quando olha pro céu e "Oh, já está de noite!".

Apesar de amarmos a companhia dessas pessoas, não quer dizer que elas sejam amigas íntimas, ou que nos vemos todos dias.
Mas na verdade, isso nem importa muito, porque com elas costuma ser que nem com amigo de longa data, mesmo que não nos vejamos sempre, aquele carinho acompanhado de uma certa intimidade sempre existirá.

As pessoas com coração grande, são as melhores. Mesmo que elas não sejam as mais chegadas, não sejam a que desabafamos sempre, não sejam as que mais falamos. Porque vem delas as melhores companhias, os abraços mais gostosos e os carinhos e preocupações mais sinceros, por conta de seu coração grande, é claro.




Ps.: Fiz esse post com um tico de inspiração em todas as pessoas que estão sendo amáveis e nos ajudando, seja com ações ou com carinho, nesse momento tão difícil que as Bragas aqui andam passando. Obrigada, viu?


Férias

Aquele com o verão

sábado, janeiro 10, 2015

Ou: declarando o meu amor por essa estação, o verão.


Eu amo céu azul. Já falei por aqui pelo blog, em algum post por aí, como isso afeta meu humor e tudo. Como eu também amo sol. Um dos meus pequenos prazeres da vida, é tomar banho lá pelas 9h da manhã, quando o sol entra pela janela do banheiro em direção ao box e não preciso de luz artificial. Aquela luz natural entra, ilumina tudo e de bônus já faz minha manhã ficar melhor.

Eu amo sair pelo portão de casa em direção às tarefas do dia e ver o céu azul no alto, eu juro que sorrio e tudo. Adoro sair do estágio e descobrir que está sol lá fora, e dá uma dorzinha e tudo quando pego o metrô pra vir pra casa ao invés de pegar a bicicleta e sair para qualquer lugar da cidade. Tanto que às vezes, me sinto tão mal, que vou em direção à bicicleta mesmo, e aproveito a vista linda do Aterro do Flamengo.

A questão toda é que isso tudo se acentua com a chegada do verão. Só a ideia da estação já lembra céu azul e sol. Junto a isso acrescente a ideia de praia e férias.
Além do mais, em janeiro, pós ano novo, as pessoas ainda estão com um espírito mais leve, mais amáveis. Estão também de férias da faculdade, com mais tempo livre, para verem os amigos e aproveitar mais os dias.
Pronto, é um conjunto maravilhoso de ótimas coisas.

Tenho aula no horário de verão, e já tive aula em janeiro, na faculdade. Depois, quando acaba o horário de verão, sinto uma verdadeira diferença. Quando venho para casa e já está escurecendo, ao invés de ainda estar sol lá fora. E é claro que prefiro o dia à noite na maior parte do tempo (pessoa que ama céu azul e sol, vocês esperam o que né?).
É maravilhoso acordar e ver o nascer do sol e voltar para casa com o ele se pondo.

Ontem, eu, minha irmã e uma amiga, decidimos ir na praia. Chegamos lá às 17h. Que delicia. No timing perfeito. E às oito e pouquinha assistimos ao pôr do sol. Eu adoro esses dias mais longos. Simplesmente amo. 

Mas não é só quando estou na praia que amo essa estação, claro que não.

Hoje, por exemplo, eu estava decidida que iria cortar e pintar as unhas. De manhã, quando costumo fazer isso, gastei todas as minhas horas vendo vídeo por aí. De tarde, deitei no chão da sala e fiquei na maior preguiça boa. Depois de ter acordado, visto um filme e tomado banho decidi que tinha ânimo o suficiente para pelo menos cortar. Fui sentar na minha cama, e nossa lá fora estava uma luz linda, que entrava pela janela e dava direito na minha cama, onde decidi que iria sentar para cortar a unha. Fui ver a hora, eram 19h. Seta horas da noite e aquela luz linda. Foi quando decidi que precisava fazer esse post declarando minha paixão por essa estação e o seu horário especial. 

Eu sou super calorenta. E ainda assim amo o verão. Vejamos, sendo calorenta, na maior parta das vezes enquanto todos estão com frio eu estou ok, bem. 
No verão, fora as tempestadeso, na maior parte do tempo não há chuva, e está fazendo calor pra caraca, então uso roupas frescas, blusa leve, short, vestidinho (já disse que amo vestidinhos?) e a maior parte das pessoas à minha volta também.Por mim, eu usaria blusa fresca/ solta, shortinho e havaianas todos os dias, ou na maior parte dos 7 dias da semana. No inverno, chove mais e nem faz muito frio, então eu que tenho toc com chuva, preciso sair coberta porque odeio ficar molhada. Uso muito mais calça jeans (não quero molhar as pernas) e sapato fechado, especialmente de couro (não quero molhar os pés), só fica livre a parte de cima. Como sou calorenta, vejamos o resultado: eu morro de calor.

Enquanto isso, no horário verão, nessa estação linda, aqui estou eu, na minha cama, ao som da nova MPB (de acordo com o Spotify), com roupa fresca, escrevendo esse post, enquanto la fora está uma luz maravilhosa do sol que está tomando o seu caminho para se por, quando já são quase oito horas da noite. 

Sim, de longe o verão é minha estação preferida.






Instagram