Eu ainda acho que tenho 18 anos...

25 de agosto de 2013

Agosto foi o mês! Parece que a museologia se levantou e resolveu bagunçar nesse mês e eu fui junto. Além disso junta-se o estágio, a bolsa e o final de semestre. Final de semestre.. esse por si só já é difícil de se aguentar. Eita dificuldade que foi.. confusão de data, compromissos distintos no mesmo dia e horário, prova de manhã no norte, apresentação a tarde no sul, noites mal dormidas, muita leitura no ônibus mesmo com o olho ardendo querendo fechar, mas foi! Mas para finalizar com chave de ouro, no final de agosto assim que acabasse o semestre me esperava uma viagem pra Bahia para o Encontro Nacional de Estudantes de Museologia, para os íntimos ENEMU.

Eu ainda acho que tenho 18 anos e fui no pique. Mentira, porque eu já não tinha pique nenhum, desde julho eu já estava morta com o mês de agosto só em pensamento. No dia que a viagem ia acontecer foi o primeiro dia que teria para descansar, coisa que com certeza eu não fiz. 

Vou te falar viajar com museólogo é tudo de bom! Eu e meus companheiros da Bahia (beijos Marília, Rose, Elaine, Cau e João!) tínhamos os mesmos interesses e nos encantávamos pelas mesmas coisas, isso é maravilhoso. Tivemos a sorte de nos encontrarmos com o Jorge, amigo do Cau, no primeiro dia que chegamos, carioca irradiado na Bahia há alguns anos, nos deu dicas valiosas junto com um roteiro. Tentamos seguir a risca Jorge, e sempre de olho no horário! Fizemos tanta coisa no dia seguinte que pareceu que estávamos andando já há 3 dias e não apenas um.

Eu, Rose, Cau, João, Marília e Elaine.


Na hora que fomos dormir cai dura na cama e ainda demorei para apagar, mas dormi e dormi muito bem! Mas não o suficiente para recarregar as baterias.

Em Cachoeira que era nosso destino real, queríamos conhecer também o máximo que desse, deixamos até muitas vezes de ir para as palestras/comunicações/oficinas para andarmos pela cidadezinha pra lá e pra cá, entrar no que estivesse aberto, e tentar passar sempre por uma rua diferente. Como a cidade é pequena íamos e voltávamos algumas vezes no dia, tudo a pé mesmo. Eu era a mais nova do grupo com meus poucos 19 anos de vida, mas acho que era a que mais me cansava. Agosto já havia pegado toda carga que havia reservada em mim para esse mês e não deixava eu me recompor de forma alguma! Só queria mais e mais carga, eu tentava dar, mas eita coisinha difícil!

Eu fiquei impressionada com minha amiga de quarto e companheira de viagem, a Rose, mochileira hoje em dia mais acalmada, que não pega mais carona de caminhoneiro, mas ainda com alma de mochileira. Como disse nosso amigo de viagem, não consegue ser fiel a nenhum grupo por não conseguir ficar parada, se o nosso grupo parava ela já engajava em outro e seguia o passeio, se esse outro parava ele arrumava mais um para se juntar e assim ia, eu a invejava, não tinha mais pique algum para andar e meus pezinhos só pediam para serem colocados para o alto.

Aproveitei, Salvador tem muita riqueza e Cachoeira também, forcei meu corpo ao máximo que deu, andei, conheci e aprendi muito, mas finalmente estou me despedindo de Agosto que para mim sim, já acabou, finalmente, graças a Deus, com muita felicidade. Adeus MINOM, ICOM, ENEMU, Salvador, Cachoeira, Final de Semestre, que eu não tenho mais idade para isso não. Olá sexto período!

You Might Also Like

0 comentários

Instagram