Fiz Uma Cápsula Do Tempo

10 de outubro de 2012

Acho a questão da passagem de tempo na vida das pessoas algo muitíssimo interessante, como as coisas mudam, como elas eram, como vocês as imaginou e como não são.
Acho que isso começou a me afetar de verdade na oitava série quando não conseguia ver mais o futuro que me esperava, visão a qual carrego comigo até hoje. Simplesmente não sabia o que estava por vir e o futuro começou a me interessar mesmo que o interesse viesse carrego de temor. O passado começou a me dar prazer, um prazer tremendo. E o presente, por sua vez, me enchia de angústia.
A visão quanto ao passado continua a mesma, já quanto ao presente e ao futuro mudaram. O presente é demasiadamente interessante, afinal o que é presente também? O futuro me faz cócegas na barriga.

Acho que dessa relação rival da minha oitava série de passado e futuro surgiu a ideia de querer ter uma Cápsula Do Tempo, depois quando essa relação se tornou amigável, a ideia fincou ainda mais.
Até que uma tarde vendo no canal infantil Nick a série Zoey 101, provavelmente em uma tarde desocupada sem grandes perspectivas, a Zoey e toda sua turma fez uma, e o episódio todo aconteceu envolta disso. Já era, a ideia de ter uma cápsula do tempo TINHA que se concretizar!

Primeiro pensei em fazer com duas amigas, sabe, 3 amigas fazendo e depois de anos abrindo juntas, relembrando, quem sabe chorando, me parecia muito boa. Mas não foi para frente a ideia, houve enrolação mais do que tudo. Até que tomei coragem, mandei a preguiça embora e fiz a minha.
Escrevi sobre passado, presente e o que esperava, se é que espero algo, do futuro. Meu eu de agora fez perguntas para o meu eu do futuro que anseiam em ser respondidas, mas que na verdade nem me lembro mais quais são e nem faço esforço para resgata-las, prefiro esquecer totalmente as palavras contidas nessa carta para elas não me corroerem e eu desmistificar a carta ao decorrer dos meses, anos e assim perder toda a graça quando ela for relida daqui a ...

Esse foi todo o X da questão! Daqui a quantos anos abro isso? Sempre quis fazer uma de 5 anos, ou seja abrir daqui a 5 anos. Mas quando fui escrever "De outubro de 2012 a outubro de 2017" simplesmente não consegui. 2017! Céus! 2017! É demasiadamente distante para eu poder criar qualquer tipo de pensamento, imaginação, plano para esse ano. Pela primeira vez na vida desde a oitava série eu realmente pensei no futuro. Em 2017 eu vou ter terminado a faculdade, já vou estar trabalhando. EU VOU ESTAR TRABALHANDO provavelmente no lugar que irei trabalhar anos da minha vida, ou não. Como vai ser isso? Porque eu simplesmente não penso nisso, as cócegas que o futuro faz na minha barriga existem porque existe o fato de eu não pensar nele.
Eu não tive coragem de escrever 2017, do lado do zerinho ficou um vazio, ficou faltando dois números que eu não sei quais são. Porque uma vida muda tanto em um ano, em dois anos, o que dirá em 5 anos! Vai ter acontecido tanta coisa que vai ser capaz de eu nem lembrar que em 2012 fiz uma cápsula do tempo.
Então decidi que vou abrir quando eu quiser, quando eu achar que minha vida mudou bastante ao ponto de eu poder reler minha vida em 2012 e me deliciar no passado saudoso. Acho que daqui a uns 3 anos? Não sei.. Não sei mesmo. Só sei que me imaginar em 2017 me deu medo, muito medo! E eu vi que eu realmente não tenho planos para essa vida.

You Might Also Like

0 comentários

Instagram