10 motivos para One Tree Hill ser a melhor série de todos os tempos...

12 de janeiro de 2012


... Na minha vida. Ela não precisa ser na sua, mas eu te dou 10 motivos para ela ser na minha!

1. A música de abertura. Pode ser um motivo besta, mas a série já começa a mostrar que é boa ai. Quem escuta "i don't wanna be anything other then what i've been trying to be lately ... " e não lembra de Lances da Vida no SBT não soube aproveitar bem esse canal. Música que marcou e que além disso é muito boa! Sou apaixonada por ela por conta de tudo o que ela me faz lembrar e pela letra dela.

I don't have to be anyone other than a birth of two souls in one.
I don't want to be - Gavin DeGraw

2. Trilha sonora. Falando de música... One Tree Hill arrebenta em trilha sonora. Eu ja até falei aqui que uma das formas de conhecer uma das minhas bandas preferidas (switchfoot) é assistindo a série. Ótimas músicas, que deixam a série ainda melhor e com mais emoção, nos momentos certos, com a intensidade certa. E apresenta ótimas bandas, já que eles gostam de terminar episódios com alguma banda tocando ao vivo no Trick.

(Link da trilha sonora de quase todas as temporadas).

3. Amadurecimento. De início a série é só mais uma típica série de adolescentes ricos e revoltados que saem por ai fazendo o que querem sem responsabilidade ou culpa, porém com o passar das temporadas você vê o amadurecimento em cima disso tudo, você vê que a série é muito mais que isso de acordo com o crescimento dos personagens. A série se torna completamente envolvente, uma ótima série de drama.

4. As histórias. Com o amadurecimento você começa a olhar melhor para as histórias dos personagens, cada um com sua história carregada mas ao mesmo tempo todas entrelaçadas. Digamos que One Tree Hill seja muito boa nesse ponto, é isso que faz a série ser boa (junto com a trilha sonora que já disse ai em cima). A série mostra basicamente a vida de 6 jovens amigos e ... É isso. Mas eles realmente sabem fazer isso, criando histórias que caberiam na vida vida de jovens reais, colocando o suspense e a emoção na medida certa, começando uma nova história dentro de outra e outra mas sem te deixar perdido, muito pelo contrário, mesmo com o aparecimento de um novo personagem e a ida de outro, o fim de um trama e início de outro você sabe onde está e com quem você está.

5. Sem clichês. Óbvio toda série tem seu clichê ali e aqui, OTH também acaba tendo, como a sobrevivência da Peyton no parto e o final feliz dela e do Luc, mesmo com mais da metade dos espctadores torcendo para ela morrer. Mas não é porque OTH tem clichê que signifique que gostem dele, pelo contrário eles fogem dele! E eu amo isso. Os episódios costumam terminar com você se perguntando o que vai acontecer, e o que vai acontecer não está dentro das suas opções para o que pode vir a acontecer. Os caras conseguem criar uma resolução, uma continuação, bem fora do óbvio ou do previsto, o que dá mil pontos a série. Vovô Dan que o diga!

6. Primeiro beijo ao som de Dare You To Move. Quando já estava apaixonada mesmo por Switchfoot "descobri" (esta mais para me toquei, mas tudo bem), que o primeiro beijo de Nathan e Haley em frente a casa de Haley é ao som de Dare You To Move, o que deixou tudo mais mágico entre eles para mim, eles não poderiam ter escolhido no repertório deles, banda melhor (switchfoot)!

7. James. Eles foram muito sábios ao fazer nascer um pequeno e único personagem mirim no meio do rolo todo. James cresceu e conquistou o coração de todos, o que não é muito difícil. Mas todo mundo agora deseja ter um filho como ele. Inteligente e fofo! Utilizam isso muito bem, fazendo ele ser o responsável em finalizar muitos casos com essa inteligência e fofura. E agora ele está crescendo virando um homenzinho, enquanto a gente sente orgulho dele daqui.

8. Sumisso do casal principal. Chad Michael Murray e Hilarie Burton, que formavam o casal principal (Lucas e Peyton) se despede de todos na sexta temporada, não aparecendo mais na sétima e nas que estão por vir, dando assim alívio a mim e a muita gente, tenho certeza. Peyton era a que mais me irritava e dei graças quando ela se foi. Eles não morreram, apenas viajaram aproveitando o casamento e o nascimento da filha deles, isso tudo porque os atores foram embora mesmo. E mesmo sem os personagens principais a série conseguiu se manter de pé, talvez até melhor do que com eles. Tomando Nathan e Haley o papel de casal fofo que queremos juntos até o fim, o que já era meio a meio ali com Lucas e Peyton.

Agora os motivos pessoais (mais ainda...)

9. Mejores Amigos. Como disse acima a série conta a vida de um grupo de melhores amigos, que passam por muitas coisas juntos que só faz essa amizade se fortalecer mais e firmar mais ela. Ou seja, ela é voltada para amizade... Sendo que, me apaixonei por essa série na minha época de São Jorge, ou seja, quando estudava no Centro Educacional São Jorge, onde conheci meus melhores amigos e criei as minhas melhores lembranças ao lado deles. Porém minha época de São Jorge se foi, e o temor se essa minha amizade com meus mejores ficaria ou não, chegou. Mas o temor foi a toa, porque a amizade continuou mesmo eu saindo do colégio. O que eu vejo na série, depois que todos os personagens acabaram o colegial, cada um seguiu seu rumo na faculdade, mas a paixão entre eles e a paixão pela cidade foi maior e eles retornam a Tree Hill e a amizade continua, cada vez mais forte. Gosto de fazer essa comparação entre meu caso e a série, sendo que essa é a série preferida das minhas melhores amigas também, sendo assim, nós gostamos de fazer essa comparação.

10. Do início ao fim, só love, só love. Essa foi a primeira série que comecei a acompanhar mesmo, desde do início (primeiro episódio da primeira temporada). A série foi lançada em 2003 porém eu não lembro exatamente quando comecei a assistir, sei que essa nossa história começou a milênios, e não teve mais fim, se tornou facilmente minha série preferida e criei carinho único por ela. Esse carinho só foi crescendo, crescendo e então ela se firmou de vez como a minha série preferida de todos os tempos e esse lugar se tornou dela e ninguém mais toma!
Como peguei a série desde o início fui acompanhando a história de cada personagem, criando carinho por uns e ódio por outros, entendendo mais aquele e torcendo contra uns. Conforme eu fui crescendo, a série também foi, e em todas as minhas fases ela estava lá sendo minha série preferida, coisa que nenhuma outra vai fazer. One Tree Hill amor do início ao fim.

E agora para eu dou um motivo para eu finalizar esse post chorando.

1. One Tree Hill chegou em sua última temporada.
Sim, depois de anos e anos de amor, OTH começou sua nona e última temporada. Como acabei de dizer, como eu vou crescendo a série vai crescendo comigo, a anos acompanho isso tudo. Ela esteve comigo na minha melhor época, na minha pior época, e em épocas completamente marcantes. Ter que me despedir de algo tão especial será doloroso, sabe como é, a história de Sarah não é a mesma coisa sem essa série. Mas é assim, as despedidas acontecem o tempo todo, chegou uma para mim.

Mas como eu sou um boa menina, vou me despedir da série, apresentando ela para você! Então ai em cima estão 10 motivos para ela também se tornar a melhor série de todos os tempos na SUA vida!
Por quê não né?

You Might Also Like

0 comentários

Instagram