Não esperar

16 de setembro de 2011

Uma coisa que eu tenho mania e fui reparar mesmo a pouco tempo é : reparar na roupa dos outros. Não no sentido de ficar reparando 'nossa que roupa velha' ou 'nossa, a roupa dela esta suja' , é mais no sentindo de poder achar uma pessoa com uma peça que eu possa falar 'nossa, que peça fantástica' ou 'uau, a menina ousou duas estampas, mais um sapato super diferente e ficou maravilhoso' meus olhos caçam por isso.

Esses dias no ônibus uma guria entrou e ficou em pé. Minutos antes dela sair eu reparei na bermuda jeans dela,  do jeito, um estilo que eu amo ... jeans claro lavado. Amei! Mas queria ver ela toda. Fiquei então observando tentando ver a frente da bermuda da menina, e nada, esperei então ela descer para conseguir ver.  Nada de novo. Ela foi em direção contrária a do ônibus de forma que ficou de costas para mim, só consegui continuar a ver a parte de trás da bermuda, fiquei frustrada, pensei comigo 'droga, lá vai a menina com a bermuda que eu amei, nunca vou descobrir como era a frente dela, ela vai embora, sei lá para onde e se foi junto a bermuda. Mas tudo bem, quantas coisas eu já quis ver, ler e passou eu não consegui e hoje eu nem lembro mais? Então, logo logo nem lembrarei mais que um dia quis ver a frente dessa bermuda.'

A pessoa que voltou em pé no mesmo ônibus que eu enquanto voltava da faculdade para a casa, do meu lado, com a frente da bermuda grudada na minha cara foi quem? A mesma guria!

Me peguei pensando 'a vida é tão inesperada, não?'

You Might Also Like

1 comentários

  1. Eu entendi muito bem sua intenção minha querida escritora, e não eu não ri, pois compreendi sua metáfora ! Sim ! A vida nos surpreende !

    ResponderExcluir

Instagram